cafe-salateando

vício e amor

Eu achei que, desde o post contando que eu andava sem muita vontade de escrever aqui, fossem rolar uns posts aleatórios vez ou outra. Não rolou. Sei lá, comecei a achar que eu estava fugindo do meu propósito. Desde o meu primeiro blog, há mais de 10 anos, muita coisa mudou, não só em mim, mas nos blogs em geral e eu nunca soube me adaptar a essa nova fase. E nem quis também. Ano passado o Salateando começou a triplicar a quantidade de leitores, de uma maneira muito rápida e eu comecei a me sentir um pouco obrigada a botar conteúdo aqui para que eu não perdesse esses leitores. Não foi algo pensado, foi rolando sem eu perceber mesmo. Eu detesto rotina, detesto fazer as coisas por obrigação e eu comecei a pirar botando prazo pra escrever post sobre isso e sobre aquilo. Eu sou meio neurótica.

Aí resolvi reformular todo o layout, já que o outro era muito colorido e não combinava mais comigo, também aproveitei para organizar categorias e pensei em focar em coisas que fossem mais a minha cara. Até bateu uma baita empolgação quando o layout ficou pronto e a ideia era voltar a escrever sobre coisas que eu escrevia quando criei o Salateando e que havia deixado de lado. Não foi o que aconteceu. Qualquer coisa que eu pensava em escrever aqui eu queria que ninguém tivesse escrito ainda, um texto genial, uma ideia maravilhosa e de novo comecei a ficar louca porque é impossível ser inédito o tempo inteiro. E resumidamente (nem tanto, mas ok), foi mais ou menos por isso que eu parei.

E cá estou novamente para voltar a blogar, no sentido roots. Ou seja, vou escrever mais sobre coisas aleatórias, experiências, interesses, meu cotidiano, tudo sem frequência ou obrigação. O que der na telha e vontade, exatamente como eu fazia há 10 anos. Por isso eu escolhi mudar novamente o layout, deixar mais simples para que o que realmente interessa tivesse destaque, meus textos e as fotos que eu escolher para ilustrá-los. Tá vendo aquelas categorias ali em cima? Então, aos poucos elas vão sumindo dali e dando espaço para assuntos que serão recorrentes por aqui. Elas vão migrar para um menu que vai existir na lateral para que você possa voltar em assuntos que já não serão tratados com tanta frequência, mas que ainda assim terão espaço por aqui. Estou feliz em voltar, principalmente porque me libertei de qualquer pira com conteúdo. Meu blog é pessoal e, por mais que minha vida possa não ser tão interessante, é aqui que eu vou guardar momentos e compartilhar experiências. Foi mais ou menos para isso que inventaram os blogs lá no começo né?

Obrigada por me acompanhar até aqui e daqui para frente. ♡

Compartilhe:
Escrito por Stephanie Salateo
criadora de conteúdo criativo, mãe de Alice e Caetano, moro em São Paulo e não vivo sem café. tenho 31 anos e sou geminiana com ascendente em câncer, ou seja, não faço muito sentido.