Tudo bem que era pra eu ter postado na segunda feira, mas não deu. Nosso fim de semana foi bem cheio de coisas legais, do jeito que eu adoro. Eu e André combinamos de sempre levar Alice a lugares diferentes nos finais de semana, então fomos à expo da Yayoi Kusama aqui em SP pois eu, que estava desde janeiro louca pra ver, ainda não tinha conseguido ir. Acho importante levar ela a eventos culturais e exposições, mesmo sendo nova para entender tudo, acredito que valha a pena. Pode ser que, por meus pais não terem esse costume – eles nunca me levaram a museus, exposições, teatro etc – eu acho que teria gostado demais de ter esse hábito desde nova, então quero fazer isso com a minha pequena.

Passeios-Julho-2014-7

<3

Passeios-Julho-2014-17

Passeios-Julho-2014-35

Passeios-Julho-2014-32

Passeios-Julho-2014-37Alice se joga no chão e a mãe acha lindo e fica fotografando porque aqui é mãe sem crise. 

No domingo deixamos para visitar a 19a Festa do Imigrante, no Museu da Imigração que fica na Moóca. Eu tinha visto que haviam reformado o museu e fiquei bastante curiosa. Achei muito legal conhecer um lugar onde provavelmente meu bisavô passou um tempo quando chegou ao Brasil. A festa é bem lotada e sei lá quantas horas as pessoas ficaram na fila pra entrar porque dava uma volta gigantesca no quarteirão – fui com Alice e meus sogros então pegamos a preferencial – de qualquer maneira vale a pena porque tem comida de tudo quanto é canto do mundo. Eu fiquei mega decepcionada por não ter conseguido comer um canoli, pois já tinha acabado, mas nada que uma das canolerias de São Paulo não resolva. O legal é que no refeitório estavam servindo comida italiana e nós arrumamos um canto de uma das mesas e comemos por lá, o que já foi super legal. Pretendo voltar ano que vem já que me disseram que a festa costuma acontecer por um mês inteiro, mas por causa da Copa esse ano foram apenas 3 dias.

Passeios-Julho-2014-45As mesas e os bancos do refeitório são todas assim.

Passeios-Julho-2014-53Foto da foto do refeitório.

Passeios-Julho-2014-57

Passeios-Julho-2014-67Mãe sem crise parte II. Tão sem crise que nos dois dias coloquei Alice em casaquinhos brancos! Hahaha

Quanto ao museu vale muito a pena visitar e passar uma tarde com calma vendo a história nas telas e espaços recriados como demonstração de como era antigamente a hospedaria. Eu tava jurando que fosse possível andar dentro de onde eram os quartos de verdade, mas não. Nas exposições você vai poder conhecer um pouco da história da imigração vinda de vários países, objetos da época e como é a imigração hoje em dia. Eu quero retornar para ver tudo com calma e pesquisar sobre minha família, já que lá fica um acervo completão de todos – ou pelo menos a maioria –  os imigrantes.

Passeios-Julho-2014-100

Passeios-Julho-2014-77Apesar de ser um projetor de filmes, me lembrou muito a 16mm que tenho tatuada no braço, só que numa versão gigante.

Passeios-Julho-2014-83
Sonho dourado ter um gramofone em casa!

Passeios-Julho-2014-91

Passeios-Julho-2014-97

Passeios-Julho-2014-107Uma parede com milhares de nomes e sobrenomes entalhados.

Passeios-Julho-2014-112

O post ficou cheio de imagens, mas tudo bem porque foi gostoso demais nosso fim de semana. Se tiver qualquer curiosidade sobre o passado da sua família, pricipalmente se for descendente de estrangeiros, a visita ao Museu da Imigração vale muito.

E esse fim de semana também promete pois tem Festa da Cerejeira no Parque do Carmo e domingo tem Festival de Food Truck na Zona Norte. Dessa vez eu posto as fotos no começo da semana e se quiser ir os dois eventos são gratuitos!

Compartilhe:
Escrito por Stephanie Salateo
mãe de Alice e Caetano, fotógrafa documental, crio conteúdo criativo e tomo muito café. tenho 31 anos, sou geminiana com ascendente em câncer e lua em leão. tô aqui para ajudar mulheres a se empoderarem, mães a levarem uma maternidade mais leve e para compartilhar meus aprendizados.