quinoa_salad_sanp_peas_scallions_mint_2000x1500receita

Segunda feira concluí, dessa vez com sucesso, minha segunda semana do Desafio 21 Dias Sem Carne.  Não houve nenhum deslize como semana passada, mas isso só é fácil mesmo quando fico em casa. É muito mais complicado educar as pessoas a respeitarem sua opção do que controlar a vontade. Aqui em casa rolou frango, peixe e carne vermelha para Alice e minha mãe e eu fiquei bem tranquila, mesmo sentindo aquele cheirinho que eu ainda gosto muito. Eu sei que isso vai passar uma hora e eu também não sinto que estou me torturando ou passando vontade, sabe? Sempre fui contra passar vontade, mas no caso isso está mais ligado à força de vontade porque é uma escolha minha e eu estou feliz com isso.

Por ter passado 29 anos sem nenhuma restrição alimentar, as pessoas próximas estranham quando eu digo que parei com carne e fica mais complicado ainda quando vamos comer. Sempre rola algum comentário do tipo: “ah só um pouco não vai fazer diferença, você começou agora” e olha, faz sim, porque é a minha conciência que vai pesar. Já vi gente declarar que virou vegetariana e receber um monte de desapoio. Pessoas mandando fotos de churrasco, dizendo que era fase e daí para pior. Eu até cheguei a achar que as pessoas próximas, como meu irmão que é super carnívoro, fossem falar coisas do tipo, mas me senti tão confortável quando ele fez um churrasco e colocou polenta e pão de alho para eu comer. É isso que a gente precisa, de apoio ou de, no mínimo, respeito pelas nossas decisões.

bahnmi04receita

Eu tô super feliz de ter conseguido resistir algumas tentações, a carne não me fez falta, de verdade. Curiosamente passei a ter mais vontade de preparar a minha própria comida, de usar a criatividade na elaboração de um prato, mesmo que esse seja simples. Sempre fui bem preguiçosa para cozinhar, apesar de saber fazer várias coisas gostosinhas, botar a mão na massa ainda era algo que eu precisava trabalhar porque a vontade era zero. Agora eu boto um som bem alto e vou criando, é até que divertido. Como tenho preparado minhas refeições, meu consumo de industrializados, que já era baixo, reduziu mais ainda. Tenho comido bastante frutas, legumes, folhas, leguminosas e grãos. Pode me chamar de louca, mas eu sempre curti comer salada, só tinha preguiça de preparar. Em um dos emails recebidos por conta do Desafio 21 Dias Sem Carne havia a explicação de todos os grupos alimentares que eu preciso comer diariamente e também que não é porque virei vegetariana que eu tenho que substituir a carne por soja, como eu pensava. Assim eu vou percebendo que é muito mais fácil do que eu imaginava, inclusive estou salvando diversas receitas que acho por aí.

Quanto às sensações dessa semana, além de me sentir mais leve e bem disposta, meu humor melhorou, estou mais calma e paciente, e minha vontade por doces reduziu bastante. Geralmente eu sempre ficava meio nóia atrás de qualquer coisa doce e desde que eu parei com a carne e passei a me alimentar melhor eu não tenho mais vontade. Acredito que isso seja porque estou me alimentando melhor, não exatamente por ter excluído a carne da minha vida. Também decidi que, pelo deslize de ter comido peixe na semana passada, eu vou estender o desafio por mais uma semana. Depois do prazo vou continuar me alimentando como agora, a ideia era virar peixetariana, porém decidi que vou evitar o peixe também, mas se rolar de comer vai ser sem culpa.

Alguém aí também está fazendo o desafio ou já concluiu? Vamos trocar figurinhas! 

imagens: Matt Taylor Gross para Saveur e Earthy Feast
Compartilhe:
Escrito por Stephanie Salateo
criadora de conteúdo criativo, mãe de Alice e Caetano, moro em São Paulo e não vivo sem café. tenho 31 anos e sou geminiana com ascendente em câncer, ou seja, não faço muito sentido.