Faz um tempo que eu decidi voltar com assuntos que eu sempre gostei mais de escrever aqui no blog e isso inclui os posts sobre filmes e séries que assisto. Enquanto não decido o formato desses posts eu resolvi fazer a TAG: Com que Filme Eu Vou, que eu vi no blog A life less ordinary, para ficar meio que de introdução ao conteúdo que eu vou publicar sobre esse tema.

1. Um filme para assistir sozinho

O Gabinete do Dr. Caligari (Das Cabinet des Dr. Caligari, dir. Robert Wiene, 1920)

Não é um filme que eu pegue para assistir com foco no enredo, lembro até que na faculdade um dos professores disse que não seríamos capazes de entender a história (!?), mas é um baita filme para ter como referência, então é bom assistir vez ou outra na vida. Qualquer coisa que seja considerado um estudo pra mim eu prefiro fazer sozinha.

2. Um filme para assistir quando está chovendo

amelie_511

O Fabuloso Destino de Amélie Poulain (Le Fabuleux destin d’Amélie Poulain, dir. Jean-Pierre Jeunet, 2001)

Eu amo esse filme e o considero meu regulador de humor. Em um dia de chuva, se enfiar debaixo das cobertas e prestar atenção nas cores e todos os detalhes lindos desse filme é um baita programa pra mim.

3. Um filme para te fazer dormir

Avatar (dir. James Cameron, 2009)

Eu não consegui assistir esse filme inteiro até hoje. Eu SEMPRE durmo e como é um estilo de filme que não me agrada tanto, daí não vejo problema em colocar só para dormir.

4. Um filme para assistir bêbado

Se Beber, Não Case! (The Hangover, dir. Todd Phillips, 2009)

Eu gosto de assistir o filme e prestar atenção, bêbada isso não vai rolar muito bem, então que seja Se Beber, Não Case, assim posso me divertir muito achando que tô dentro do filme. Qualquer um deles serve.

5. Um filme para passar enquanto você estiver fazendo outra coisa

Pequena Miss Sunshine (Little Miss Sunshine, dir. Jonathan Dayton e Valerie Faris, 2006)

Como disse no tópico anterior eu gosto de prestar atenção em filme, mas esse tem uma história leve, apesar de momentos bem intensos, é divertida e rola você deixar rolando para ver uma cena ou outra.

6. Dois filme para serem assistidos em sequência

sin-city-a-dame-to-kill-for-is-both-good-and-disappointing-5a0c249c-4b29-437a-b393-12c8de72458a

Sin City (dir. Robert Rodriguez, Frank Miller e Quentin Tarantino, 2005)
Sin City: A Dama Fatal (Sin City: A Dame to Kill For, dir. Frank Miller e Robert Rodriguez, 2014)

Eu não sou fã de HQ, mas amo Sin City! A estética visual toda baseada nos quadrinhos e o enredo todo eu acho maravilhoso. Sem contar o elenco incrível e Robert Rodriguez que é foda!

7. Um filme para assistir com o boy

Filme Pornô

É complicado escolher filme para assistir a dois, foram pouquíssimas vezes na minha vida que o boy e eu tínhamos o mesmo interesse cinematográfico, então como cada ser humano tem uma preferência, acho que um pornô é a escolha mais universal para assistir com um boy do lado.  =D

8. Um filme para assistir com amigxs

Três Vezes Amor (Definitely, Maybe, dir. Adam Brooks, 2008)

É minha comédia romântica favorita. Acho legal assistir com as amigas para ver com qual personagem cada uma se identifica, eu sou a April na vida real e nem é porque ela também é ruiva.

9. Um filme para assistir com a sua mãe

omar-sy-driss-and-francois-cluzet-philippe

Intocáveis (Intouchables, dir. Eric Toledano e Olivier Nakache, 2011)

Minha mãe gosta de filmes com histórias bonitas, desses que fazem a gente ter vontade de ser uma pessoa melhor ou de repensar nas atitudes que tomamos diariamente. Esse filme é uma baita lição, é lindo e também divertido.

10. Um filme para assistir com o seu pai

O Colecionador de Ossos (The bone collector, dir. Phillip Noyce, 1999)

Amo esse filme e é o tipo de filme que meu pai curte, policial que te faz pensar e tentar desvendar os acontecimentos junto com os personagens.

Não vou indicar ninguém, mas se quiser fazer a tag também me manda o link depois pra eu ler, combinado?

Compartilhe:
Escrito por Stephanie Salateo
criadora de conteúdo criativo, mãe de Alice e Caetano, moro em São Paulo e não vivo sem café. tenho 31 anos e sou geminiana com ascendente em câncer, ou seja, não faço muito sentido.