The Creators Project

Esse fim de semana, rolou o The Creators Project, um canal de artes e cultura que em parceria com diversos centros culturais pelo mundo, visa a realização de exposições de obras interativas, instalações, filmes e etc.

Sexta teve a festa de abertura e eu, infelizmente, tive uns imprevistos e só consegui comparecer no domingo. Mesmo assim deu pra ver TUDO e mais de uma vez. Assim que entramos, fomos direto pra Deep Screen do brasileiro e “mago do audiovisual” Multi Randolph. Uma instalação de luzes com 8 tipos de cenas, uma delas  exibia a bandeira de diversos países. Incrivelmente linda e que eu queria levar pra casa. Nem preciso dizer que tenho toneladas de fotos somente dela né?

Em seguida, obviamente, fomos ver a tão comentada obra audiovisual do diretor Barney Clay com o fotógrafo Mick Rock: um remix das filmagens da “Life on Mars” de David Bowie. SEM PALAVRAS! Fiquei arrepiada com a mistura de um clássico com distorções um tanto perturbadoras. Queria ter esse vídeo pra assistir em looping! CLAP CLAP CLAP pra dupla (ou eu deveria dizer trio?)!

Uma das obras que chamou muito à atenção do meu namorado, que me explicou o que rolava, era de um artista chamado David Quayola. Muito influenciado por Kandinsky; ele representa o som através de imagens. É um pouco difícil de entender sem ver, vale acessar o canal do artista no site do Creators e conhecer um pouco sobre ele e sua obra que é a maior piração. Outra instalação mais ou menos na mesma pegada era o Room with a view, do United Visual Artists: um quarto cheio de espelhos que dava uma sensação de profundidade enorme, com leds coloridos que piscavam sincronizados com a música. Achei bem legal que dava pra deitar e ficar viajando por alguns bons minutos.

Pra finalizar, durante a noite ocorreram apresentacões de Djs e o lançamento do primeiro cd do rapper Emicida. Tudo regado a bons drinks, claro! A estrutura estava ótima, bastante espaço, pessoas suficientes para se ter uma noite agradável, sem aquele “empurra-empurra” que rola nos eventos com música boa e bebida free.

Eu realmente adorei e lamento por não ter tido tempo de ir nos 3 dias, mas no próximo (espero que seja em breve), serei a primeira da fila pra não perder 1 minuto de evento.

E do dia 17 à 19 de Agosto vai rolar o Youpix Festival que eu não vou me deixar faltar pra depois contar tudo pra você.

Beijo, beijo!

 

Comente

A vida na maré alta

Eu havia separado umas coisas bacanas pra postar, mas depois de divulgar o site pra umas amigas e pedir a opinião delas, percebi que faltou uma coisa aqui: um post de introdução.

Sempre fui viciada em internet e tudo relacionado à rede. Pra você ter uma ideia, atualmente tenho cadastro em muito mais de 13 tipos de rede social. Não é porque eu tô afim de espalhar meu nome pelo Google, é simplesmente pelo fato de eu ser extremamente curiosa. Não há enciclopédia que supere a senhora internet e é através dela que eu busco referências pros meus trabalhos, onde “estudo” e agora, pesquiso novidades pra por aqui.

Depois de altos e baixos, me formei em Rádio e TV, fiz alguns freelas em produtoras de vídeo, estágio em TV e hoje trabalho em uma empresa de consultoria ambiental. Sim, consultoria ambiental e sim, atuo na minha área. Produzo e edito vídeos e fotos de entrevistas e registro de patrimônio histórico cultural. Tudo de acordo com as normas do IPHAN (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional). Maior parte do meu trabalho no momento, é feito no Pará, na região amazônica às margens do Rio Xingu. É de lá que saíram as fotos que estão aqui nesse álbum. Mês que vem volto pra lá, para ficar 10 dias e vou tentar ir postando novidades da região, que não sei se você sabe, será afetada pela Usina Hidrelétrica de Belo Monte. Enfim, por enquanto não vou me aprofundar nesse assunto, afinal isso aqui é uma introdução né?

A decisão de criar um site/blog/portifólio, surgiu através da minha paixão por internet e por escrever, junto à necessidade que eu sentia de reunir e divulgar meu trabalho. A ideia é fornecer conteúdo para os curiosos de plantão, afinal, a rede está lotada deles e tema diversificado pra preencher o tempo dessas pessoas é o que não falta. Espero cumprir meu papel de “informante” e “informada” e isso cabe a você decidir. Fique à vontade!!

 

Beijo, beijo!

Comente