BLOGversando-capa

Já faz muito tempo que eu venho ensaiando escrever sobre blog por ser algo que eu faço há muitos anos e porque muitas pessoas próximas me pedem dicas antes de começar um blog ou até mesmo um site. Após passar muito tempo pensando em nome e conteúdo nasceu o Blogversando, uma série de posts para troca de ideias, dicas e inspirações para o seu blog. A intenção é que a cada post a gente possa refletir e trocar experiências sobre diversos assuntos relacionados aos blogs. Já tem bastante conteúdo (de muita qualidade) que fala sobre a parte mais técnica, o que eu quero é poder abrir espaço para o intercâmbio de experiências e também para reflexões. Ainda não me decidi quanto à periodicidade mas pretendo escrever pelo menos dois posts por mês. Para começar, vamos conversar sobre um ponto que eu acho muito importante: por que você tem ou quer ter um blog? Existem diversas razões para se ter um blog e é tão pessoal quanto o conteúdo que você escolhe publicar. Quanto mais agradável e natural for para você, tudo vai fluir de um jeito que quem lê vai perceber que é feito com carinho. Eu acho que em nossa vida offline já passamos por tantas situações meio que por obrigação, que não faz sentido ter um blog forçado só para ter um futuro como blogueira famosa ou para ganhar dinheiro. Não que isso seja errado, mas eu acho que se você não se identifica 100% com aquilo que escreve no seu blog em pouco tempo vai ser mais uma atividade que te deixa infeliz. Tenha um blog para publicar o que te faz bem e que realmente tenha a ver com você.

We write to taste life twice“Nós escrevemos para saborear a vida duas vezes, no momento e no retrospecto” – Anais Nin

Por que eu tenho um blog?

O primeiro blog que eu tive foi há mais de 12 anos, isso sem contar os primeiros sites que eu montei por volta de 98. Quando fiz meu primeiro blog eu transferi pra lá tudo que eu gostava de escrever nos meus diários e agendas. Naquela época eu deixava tudo privado porque escrevia coisas muito pessoais e não era para qualquer pessoa ler, a relação que eu tinha com o blog era exatamente a mesma que eu tinha com os meus diários. Todos os meus blogs foram bem pessoais e só um deles era público, mas hoje nenhum existe mais. O Salateando foi criado justamente porque sentia falta de escrever meus textos pessoais e porque eu queria ter um lugar onde pudesse guardar todas as coisas bonitas e inspiradoras que encontrava on e offline. Desde o começo essa é a ideia do blog e eu gosto de ter um blog porque aqui eu posso falar sobre exatamente tudo que eu quero e não preciso seguir nenhuma regra além das que eu escolhi pra mim. O blog já tem 3 anos e até hoje eu nunca me obriguei a colocar nenhum tipo de conteúdo que não tinha a ver comigo só para agradar leitores. O mais legal de se ter um blog é poder voltar em datas aleatórias e ler os posts. As emoções, cheiros e todos os momentos reacendem na nossa memória e isso é tão gostoso. Poder sentir coisas que você estava sentindo quando escreveu um determinado post é, pra mim, uma maneira de entender melhor as coisas pelas quais passei e enxergar nitidamente o quanto evoluí. É por isso que eu blogo, porque eu gosto de reviver histórias e assim como bem disse Anais Nin na citação da imagem acima, eu escrevo “para saborear a vida duas vezes, no momento e no retrospecto”. Agora quero saber duas coisas de você: me conte nos comentários porque você tem um blog, se já fez um post contando, deixa um link. E quero saber o que você acha da ideia do Blogversando e se tem alguma sugestão. 

Compartilhe:
Escrito por Stephanie Salateo

criadora de conteúdo criativo, mãe de Alice e Caetano, moro em São Paulo e não vivo sem café. tenho 31 anos e sou geminiana com ascendente em câncer, ou seja, não faço muito sentido.