Blogversando é uma série de posts para troca de ideias, dicas e inspirações para quem tem ou quer ter um blog. A intenção é  incentivar o intercâmbio de experiências entre blogueiros abordando temas relacionados à motivação, organização e monetização de blogs. Você pode acompanhar todos os posts que já foram publicadose também participar.

TAKES-3

Eu acho muita responsabilidade dar nome pra coisas, bichos e gente. Sei lá, não é um negócio fácil de trocar depois, né? Embora nada impeça eu acho importante pensar direitinho em como escolher o nome do blog. Eu pensei MUITO antes de escolher o nome do Salateando, tanto que o domínio que eu usava quando criei o blog não era esse, era o que eu uso agora pro meu site de fotografia, que é meu sobrenome. Porém o blog sempre se chamou Salateando, desde o primeiro post. Acho fundamental que o nome tenha a ver com o conteúdo, mas mais ainda, com quem escreve. Eu pensei em um tanto de nomes em inglês, aí fiquei achando que as pessoas poderiam ter dificuldade para escrever. Então pensei em nome de coisas que gosto, mas aí achei que ficaria um nome longo ou pior, eu poderia enjoar depois. Até que eu pensei em inventar um nome que refletisse bem o que eu sou e o que queria que o blog fosse. Embora eu sempre me complique pra explicar o significado, hahaha.

Eu adoro meu sobrenome porque é único, só a minha família tem, tanto aqui quanto na Itália. De acordo com o que eu já pesquisei, só existem umas 200 pessoas no mundo com esse sobrenome. É pouco, se for pensar. Aí resolvi juntar com coisas que eu faria no blog, que seria um espaço para expor tudo que eu gosto e me inspiro. Aí meio que transformei meu sobrenome em verbo e botei ação nele, assim surgiu o Salateando. Eu Salateio aqui, você Salateia enquanto lê e o blog está aqui Salateando todo mundo. Hahaha É, acho que é mais ou menos essa a forma mais fácil de explicar o nome do blog. Acho que fica meio obvio para quem vê meu nome depois de ver o nome do blog, né? Acredito que se fôssemos botar regra pra criação de nome de blogs, eu diria que a principal seria: tem que ter a ver com quem escreve. Dessa forma, fica mais fácil chegar em algo que reflita tanto o blogueiro quanto o blog. Agora me diz, como escolheu e qual é o nome do seu blog?

Compartilhe:
Escrito por Stephanie Salateo
mãe de Alice e Caetano, fotógrafa documental, crio conteúdo criativo e tomo muito café. tenho 31 anos, sou geminiana com ascendente em câncer e lua em leão. tô aqui para ajudar mulheres a se empoderarem, mães a levarem uma maternidade mais leve e para compartilhar meus aprendizados.