Abraçando Patinhas: ajude um animalzinho

patinhas_ipad2

Quem acompanha o blog sabe que eu amo cachorros e que muitos dos que eu tenho e tive foram encontrados na rua, outros nos adotaram e alguns foram doados. Cuidar de um cão é como cuidar de um filho, eles dependem da gente para terem o que precisam e a gente tem que ter consciência de que eles viverão ao nosso lado por mais ou menos 15 anos. É sim muita responsabilidade, mas que será recompensada com uma amizade e amor tão verdadeiros que chegam a nos surpreender. Aqui em casa já tivemos mais ou menos 15 cachorros e eles marcam a nossa vida como seres importantes que são. Vou contar um pouco sobre alguns que já moraram aqui em casa e que pra sempre vão morar no coração.

  • Xogum: um akita adulto lindo que se apaixonou pela nossa cachorra e fugia de casa para ficar aqui com ela. Ele nunca mais quis ir embora, então os donos desistiram de vir busca-lo todos os dias e ele acabou ficando aqui.
  • Sprite: vira lata que encontramos em um saco enorme cheio de filhotinhos recém nascidos, jogados atrás de um monte de areia. Eu tinha uns 8 anos na época e trouxe ele escondido para casa. Ficou conosco por 15 anos.
  • Pop: um vira lata com poodle preto que veio dodói e morou pouco aqui com a gente. :(
  • Tutsie: uma vira lata toda branquinha de pelo lisinho que encontramos na rua. Ela tinha uma carinha esquisitinha, mas eu achava tão bonitinha. Minha mãe arrumou outra dona pra ela e ela foi embora. :)
  • John Lennon: um vira lata peludo e todo fofo que deram pra minha mãe no mercado e ela me deu de aniversário. Ficou aqui por uns 8 anos e fugiu de casa tem quase 2 anos. :(
  • Michael: filhote da vira lata da empresa do meu pai está com a gente faz uns 4 anos eu acho.
  • Duff: meu yorkshire invocado, que se acha um pitbul e que eu amo! Ele era maltratado pela moça que cuidava dos ex donos idosos, então tiveram que escolher entre ele e a moça e ficaram com a moça. Adotei quando ele tinha 3 anos e está com a gente há 8 anos já. <3

A importância de dar um lar, carinho e cuidado a um animal abandonado é enorme, mas infelizmente os abrigos ainda dependem muito de doações para que possam cuidar de tantos cães e gatos que são encontrados nas ruas todos os dias. Cada um de nós pode ajudar de diversas maneiras, mesmo que você não goste ou não possa ter um animal em casa, você pode ajudar! Mês passado o Rotaroots em parceria com a Max Total Alimentos lançaram a campanha Abraçando Patinhas. A Max tem um programa de responsabilidade social chamado Max em Ação e no hotsite você pode fazer doações a partir de R$6,00 (valor de 1kg de ração) e a Max ainda acrescenta 50% no total da sua doação. Então se você doar R$6,00 eles vão enviar 1,5kg de ração para a ONG escolhida.

Essa parceria do Rotaroots com a Max já garantiu 1 tonelada de ração para a ABEAC (Associação Bem Estar Animal Amigos da Célia) que cuida de aproximadamente 1.100 cães e você pode aumentar essa quantidade para que nossos amiguinhos de quatro patas tenham comida garantida por mais tempo clicando aqui. Imagine que seu sorvetinho pós almoço possa ficar para amanhã porque hoje você vai usar esse dinheirinho para ajudar uma ONG. Não seria legal? Ajude também a espalhar essa causa, lá no site tem diversas ONGs cadastradas, é só escolher uma e fazer sua doação. Enquanto isso compartilhe essa linda ação com seus amigos, tenho certeza de que eles vão querer ajudar também.

“Esta blogagem coletiva faz parte do projeto Abraçando Patinhas, uma iniciativa do Rotaroots em parceria com a marca de ração Max – da fabricante Total Alimentos. Esta iniciativa reverterá na doação de 1 tonelada de ração para a ABEAC, ONG responsável pelo bem estar de cerca de 1.100 cães. Saiba mais sobre o projeto no site do Abraçando Patinhas ou participando do grupo do Rotaroots no Facebook.”

 

4 Comentários

  1. Camila Faria

    13.11.2014 at 16:42

    Eu sempre fico muito comovida com histórias de pessoas que adotam bichinhos, acho que é uma das coisas mais lindas que a gente pode fazer, né? Linda demais essa campanha e o apoio do Rotaroots!

    1. Stephanie Salateo

      18.11.2014 at 9:16

      é verdade, eu nunca cheguei a ir em abrigo pegar um cão porque sempre aparece algum precisando por aqui. a gente vai ajudando conforme pode, na minha rua tem 3 vira latas que ficam sempre em frente a uma casa e o dono coloca ração, fez até casinha pra eles, só não pôde colocar dentro do quintal pq tem uns rotweillers ferozes, mas está ajudando como pode. isso eu acho bacana também, cada um ajudar como consegue já faz uma puta diferença.

  2. Karen Vanessa (@vskaren)

    17.11.2014 at 11:53

    Falei dessa campanha no meu blog também.
    É muito nobre a iniciativa, né? :)
    Beijos com carinho! Ka. ♥
    http://www.normalidadeincomum.com.br

    1. Stephanie Salateo

      18.11.2014 at 9:18

      é bastante importante, a quantidade de cães abandonados é absurda e aí vc vai no shopping e tem filhotes sendo vendidos a R$2.000,00 é tão desproporcional. acho que deveria existir uma lei que determinasse uma regulamentação nesses casos de abrigos e pet shops que vendem animais, do tipo vendeu um filhote doe tantos % de ração a um abrigo sabe?

Responda